Províncias

Novos enfermeiros na Chibia

João Katombela | Chibia

Novos quadros do Ministério da Saúde, entre técnicos de enfermagem e Clínica Geral, admitidos no concurso público realizado pela administração municipal da Chibia, Huíla, começam a trabalhar na próxima segunda-feira, nas localidades da Quiita, Jáu e Kapunda-Kavilongo.

População da região deixa de percorrer longas distâncias em busca de assistência médica
Fotografia: Paulo Mulaza

Novos quadros do Ministério da Saúde, entre técnicos de enfermagem e Clínica Geral, admitidos no concurso público realizado pela administração municipal da Chibia, Huíla, começam a trabalhar na próxima segunda-feira, nas localidades da Quiita, Jáu e Kapunda-Kavilongo.
A admissão destes técnicos de saúde enquadra-se na estratégia do Executivo de aproximar os serviços médicos e medicamentosos das populações situadas nas localidades mais distantes da sede do município.
Cláudio Maria, chefe da repartição municipal da Saúde da Chibia, disse que o número de pessoas que acorre diariamente à unidade hospitalar do município aumentou de 40 para 80. O Programa de Municipalização dos Serviços Médicos, vocacionado para os cuidados primários de saúde, permitiu, durante os seus dois anos de execução, a ampliação da rede sanitária da Chibia, com quatro novas unidades hospitalares.
Apesar dos novos técnicos há ainda um défice de recursos humanos no município, já que, com o aumento de quatro postos de saúde, cresceu igualmente o número de beneficiários.
“Tivemos um aumento de dois postos e dois centros de saúde na nossa rede sanitária, o que criou um défice nos poucos recursos humanos à nossa disposição”, esclareceu Cláudio Maria.
Para alterar esta situação, Cláudio Maria recordou que o Programa de Municipalização dos Serviços de Saúde prevê a admissão de profissionais eventuais, a serem remunerados com verbas provenientes do orçamento do referido plano.

Tempo

Multimédia