Províncias

Obras sociais nas comunas do Lubango estimulam a fixação de vários quadros

Arão Martins | Lubango

A construção, no quadro do Programa Integrado de Desenvolvimento Rural de Combate à Pobreza, de cinco casas na Banda, Lubango, contribui para a fixação este ano de quadros da saúde e educação, disse o administrador comunal.

A administração comunal da Banda aposta na construção de moradias para os quadros
Fotografia: Arão Martins | Lubango

A construção, no quadro do Programa Integrado de Desenvolvimento Rural de Combate à Pobreza, de cinco casas na Banda, Lubango, contribui para a fixação este ano de quadros da saúde e educação, disse o administrador comunal.
Augusto Limbe recordou que, no âmbito daquele programa, a administração municipal do Lubango disponibilizou verbas para a construção das referidas casas.
O administrador da Banda referiu que a criação de condições de habitação, saúde e educação nas comunas do Lubango estimula a fixação de quadros junto das comunidades das zonas suburbanas.
Na Banda, afirmou, foram reabilitados o tanque banheiro, a manga de vacinação de gado, a casa dos técnicos da veterinária e os sistemas de abastecimento de água e eléctrico.
A Banda passou a ter um gerador, como prémio por a sua população ter sido, na comuna da Huíla, a que entregou maior número de armas às autoridades.
A direcção provincial da Energia e Águas está a instalar a nova linha de fornecimento de luz eléctrica, que abrange casas particulares, instituições públicas, igrejas, escolas, serviços de veterinária e posto médico.

Ensino e agricultura

No âmbito do Programa de Combate à Pobreza, acrescentou, foi construída na Banda uma escola do ensino primário, com seis salas. O administrador comunal disse que em 2012 houve 1.800 crianças matriculadas em escolas, mas que mesmo assim ainda há mil fora do sistema de ensino em Nongando, Mangongui, Luquete, Matuelo e Makuelo. 
Milho, massango, massambala, fei­jão e a batata são as principais culturas da Banda, que tem cerca de oito mil habitantes.
Na presente campanha agrícola, o Governo Provincial distribuiu, por intermédio da direcção da Agricultura e do Desenvolvimento Rural, sementes de massango, milho e massambala e instrumentos de trabalho.
Na Banda há duas cooperativas de camponeses, que têm vido a aumentar a produção e diversificar a actividade. O grande problema na população da Banda, disse o seu administrador, é a via de acesso à comuna que está degradada, o que faz com que a partir de Tchimukua os carros circulem com grande dificuldade devido à existência de ravinas e de outros obstáculos.
O sector da Banda, na comuna da Banda, apesar de registar progressos, salientou, precisa de mais um posto médico, uma ambulância, bem como de mais técnicos e para caracterizar a situação referiu que há apenas um enfermeiro para oito mil habitantes.
O administrador elogiou o trabalho de sensibilização da Policia Nacional sobre a importância da prevenção nos roubos de gado.

Tempo

Multimédia