Províncias

Passeios de granito e mais árvores despertam atenção dos municípes

O Lubango, capital da província da Huíla, está ganhar uma nova imagem com o calcetamento dos passeios com cubos de granitos, plantação de novas árvores, extensões de relva e requalificação dos jardins do centro da cidade.

Requalificação de jardins públicos e sistema de água para regar plantas dão outra imagem à cidade capital da província da Huíla
Fotografia: Arimateia Baptista | Lubango

O Lubango, capital da província da Huíla, está ganhar uma nova imagem com o calcetamento dos passeios com cubos de granitos, plantação de novas árvores, extensões de relva e requalificação dos jardins do centro da cidade.
O trabalho que está a ser levada a cabo pela administração municipal do Lubango desde o mês de Julho, contempla centenas de metros quadrados de passeios e relva, e a  plantação de milhares de novas árvores ornamentais. O administrador municipal do Lubango, Silvano Levi, esclareceu que, numa primeira fase, estão a calcetar 1.745 metros quadrados de passeio, 940 metros quadrados de relva e 12 mil novas plantas de ornamentação e sombra.
O objectivo é o de aumentar o nível ecológico, através de mais espaços verdes, e melhorar a imagem da cidade que, durante muito tempo, esteve apagada, disse o responsável, acrescentando que já foram calcetados os passeios que saem da Nossa Senhora do Monte ao Cine Arco-íris e decorrem agora as obras da rotunda dos Laureamos ao centro comercial Millenium.
Outra área que vai ser calcetada com cubos de granito é a marginal do rio Mukufe no centro do Lubango, cujas obras de requalificação decorrem a bom ritmo. Os locais que estão a beneficiar da nova calçada estão a substituir as árvores com mais de 50 anos por novas de ornamentação e sombra.

Requalificação dos Jardins


Até ao momento, foram requalificados o jardim da Praça 1º de Maio, junto à Sé Catedral e adjacente à antiga estação do Caminho-de-Ferro de Moçâmedes (CFM), além dos jardins defronte à escola 27 de Março, bairro Lucrécia, parque infantil do Lubango e outros que durante muito tempo estiveram abandonados.  Nestes Jardins foram substituídas algumas árvores antigas por novas, além de terem sido instalados sistemas de água para alimentar pequenas piscinas e para irrigação das plantas.
Também foram postos bancos com sombra e iluminação pública.
No âmbito deste projecto foi construído um novo jardim entre a Universidade Mandume Ya Demofayo e o Grande Hotel da Huíla. Agora, decorre a obra de construção do novo jardim junto ao centro de produção da Televisão Pública de Angola (TPA) na Huíla. O entroncamento entre a Nossa Senhora do Monte e a estrada que vai até à fenda da Tundavala foi requalificado com a plantação de eucaliptos, cedros, palmeiras e uma extensão de relva.
O administrador municipal da cidade do Lubango, Silvano Levi, disse que nos separadores da via expresso entre o aeroporto internacional da Mukanka e o centro do Lubango estão a ser plantadas grandes extensões de relva e plantas de ornamentação.

Participação dos munícipes

Os munícipes e visitantes da cidade foram convidados a cooperarem com as autoridades administrativas, no sentido de zelarem pela limpeza e recolha do lixo, além da conservação dos bens públicos.
O administrador municipal do Lubango, Silvano Levi, disse que o projecto de requalificação de jardins, passeios, plantação de árvores, recolha de lixo e limpeza que está a ser leva a cabo só vai ter resultados se os munícipes e forasteiros colaborarem.
“Estamos no segundo ano de educação ambiental e a administração municipal do Lubango tem estado a incentivar as direcções das escolas a promoverem actividades como palestras, jogos sobre o meio ambiente, criação de jardins e plantação de árvores, por isso esperamos a colaboração de todos”, disse.

Tempo

Multimédia