Províncias

Percurso do Presidente nos manuais de ensino

Domingos Mucuta| Lubango

Crianças da província da Huíla apelaram quinta-feira, na cidade do Lubango, aos adultos, sobretudo professores, pais e encarregados de educação, a divulgarem mais informações sobre a vida e obra do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, para conhecerem melhor a trajectória do Chefe de Estado.

O apelo foi lançado na cerimónia de comemoração do 72º aniversário do Presidente, organizada pelo Instituto Nacional da Criança (INAC) na Huíla, durante a qual cerca de 100 crianças aproveitaram a oportunidade para felicitarem e desejarem longa vida ao Presidente José Eduardo dos Santos. Muitas crianças, que falaram à nossa reportagem, defenderam a inclusão de conteúdos sobre a trajectória histórica, política, social, cultural, diplomática, desportiva e outras facetas do Presidente nos manuais escolares, para que os alunos conheçam os feitos do Arquitecto da Paz.
Kelson Afonso, de 12 anos, disse que ganhou interesse em conhecer mais sobre a vida do Presidente de Angola com a mãe, uma militante da Organização da Mulher Angolana (OMA), que tem explicado sobre os ideais do partido e a liderança de José Eduardo dos Santos no MPLA. Da conversa com a mãe, Kelson aprendeu que José Eduardo dos Santos tem um grande coração, uma visão estratégica e uma preocupação constante com o bem-estar do povo angolano e sobretudo das crianças, que colocou como prioridade absoluta. Ele sabe também do contributo do Presidente na unidade nacional.
Delfina Pedro, estudante da 9ª classe, reconheceu que sabe pouco sobre a trajectória histórica do Presidente de todos os angolanos, por falta de informações nos livros. Ela é apologista da inclusão de alguns conteúdos nos livros do I e II Ciclos.

Mensagem de felicitações

Em mensagem de felicitações, as crianças de igrejas, organizações infantis, escolas e lares de acolhimento da província da Huíla desejaram muita saúde “e que o Presidente José Eduardo dos Santos continue, com sabedoria, a promover acções e políticas sociais, visando o desenvolvimento integral de todas as crianças de Angola”.
O director provincial da Huíla do Instituto Nacional da Criança (INAC), Abel Joaquim, explicou que é orientação do Presidente José Eduardo dos Santos colocar a criança na agenda nacional, através de programas do Executivo angolano consubstanciados na criação de condições para o acesso ao ensino, saúde, lazer e registo gratuito de nascimento.

Tempo

Multimédia