Províncias

Ponte deteriorada ameaça circulação

Domingos Mucuta | Hoque

O mau estado da ponte sobre o Rio Cambalombo e o alastramento das ravinas no Hoque, Lubango, ameaçam cortar a circulação rodoviária na Estrada Nacional 280, anunciou a administradora comunal.

Alastramento de ravinas está a embaraçar a circulação de viaturas na comuna do Hoque
Fotografia: Arimateia Baptista | Lubango

Luísa Caputo disse estar preocupada com o aumento da erosão entre os bairros 1º e Maio e 4 de Abril, onde a situação é agravada pelas chuvas torrenciais dos últimos dias .
Várias crateras devastam extensões de terra a partir do rio Cabalombo e está a menos de cem metros da Estrada Nacional 280, o que pode interromper a circulação de pessoas e bens.
A administradora municipal afirmou ser urgente uma intervenção para evitar o pior, pois a comuna não tem troço alternativo de ligação por terra capital da província. “Estamos preocupados com o mau estado da ponte sobre o rio Cabalombo que há vários anos precisa de obras, na medida que quando chove a circulação é interrompida por muitas horas até a descida do caudal”, referiu.
 “Quando chove o cenário é crítico, já que viaturas ligeiras e pesados carregados de mercadoria e passageiros fazem longa fila à espera da diminuição do nível das águas”, declarou.
Alguns automobilistas, disse, arriscam a passagem, mas muitos acabam por ficar encalhados nos buracos provocados pelas viaturas, principalmente as pesadas.
A administradora afirmou que a situação cria transtornos aos automobilistas”, disse e que por todas estas situações se aguarda com expectativa a instalação de uma nova ponte.
Automobilistas e passageiros que têm de fazer o percurso estão naturalmente preocupados com o estado da ponte e o aumento do número de buracos na estrada.

Tempo

Multimédia