Províncias

População de Canjanguite vê a assistência melhorada

Arão Martins| Matala

O novo centro de saúde de Canjanguite, Huíla, orçado em 19 milhões de dólares, construído no âmbito do programa Integrado de Desenvolvimento Rural e de Combate à Pobreza, melhorou substancialmente a assistência à população. 

 O novo centro de saúde de Canjanguite, Huíla, orçado em 19 milhões de dólares, construído no âmbito do programa Integrado de Desenvolvimento Rural e de Combate à Pobreza, melhorou substancialmente a assistência à população. 
O centro, que entrou em funcionamento a meio de Maio, tem farmácia, consultórios medico e de pediatria, sala de observação e de parto e duas enfermarias, uma para homens e outra para mulheres, cada uma com capacidade para dez pessoas. O soba de Canjanguite, Ngulofi Malicano, disse, ao Jornal de Angola, que graças ao centro de saúde, os doentes já não têm de se deslocar à Matala, como acontecia até pouco tempo, inclusivamente para obter medicamentos.
A entrada em funcionamento do centro de saúde de Canjanguite permitiu a diminuição de doentes no hospital da Matala.
Canjanguite passou também a ter água potável.

Tempo

Multimédia