Províncias

População do Bunjei já consome água potável

Arão Martins | Bunjei

Mais de 700 famílias da sede comunal do Bunjei, município de Chipindo, na província da Huíla, vão beneficiar de água potável, com a implementação do novo sistema de abastecimento, inaugurado pelo governador João Marcelino Tyipinge.

Centenas de famílias da sede comunal do Bunjei deixaram de percorrer longas distâncias em busca da água para o consumo
Fotografia: Arão Martins | Huíla

Construído com fundos do Programa de Combate à Pobreza, o novo sistema de água tem capacidade para fornecer três mil metros cúbicos por hora. A administração municipal gastou oito milhões de kwanzas para a efectivação do projecto, que funciona com sistema solar.
O empreendimento foi inaugurado no âmbito das comemorações do Dia do Herói Nacional.
O governador João Marcelino Tyipinge inaugurou também a nova sede da administração comunal do Bunjei, completamente equipada, que vai proporcionar  melhor qualidade na prestação de serviços à população.
A nova infra-estrutura social possui uma sala de reuniões com 100 lugares, gabinete do administrador comunal, secretária, tesouraria, sala de espera, gabinete de recursos humanos, serviços gerais, entre outras dependências. A obra custou 16 milhões de kwanzas.
A população da comuna do Bunjei ganhou ainda o primeiro armazém comunitário, com capacidade para acolher mais de 100 mil toneladas de mercadoria, erguido no quadro do Programa de Combate à Pobreza. A obra custou aos cofres do Estado 5,6 milhões de kwanzas.
Na sede comunal de Bunjei, o governador da Huíla inaugurou três casas com dois quartos cada. As obras custaram 12.675.000 mil kwanzas.
Em nome da população beneficiária, David Simula fez a leitura de uma mensagem, tendo destacado os esforços do Executivo que tem procurado com o Programa de Combate à Pobreza dar solução aos vários problemas, de modo a melhorar a qualidade de vida das populações.
“Reconhecemos que foram inauguradas importantes infra-estruturas, por intermédio da Administração Municipal de Chipindo, o que representa os esforços que têm vindo a empreender na criação de condições mínimas, sobretudo nos sectores da Educação, Saúde, Agricultura, Saneamento básico e administrativo”, disse.
David Simula informou que a Administração Municipal de Chipindo tem estado atenta as as grandes preocupações das populações, o que deixa esperançado os habitantes  que acreditam num futuro melhor.

Estado das estradas

A grande preocupação de momento tem a ver com o estado em que se encontram as estradas e pontes, que têm dificultado o acesso à sede municipal e aos municípios vizinhos.
A população clama também pela colocação de uma antena repetidora da UNITEL, para facilitar as comunicações com o resto da província e do mundo.
A actividade agrícola também vai aos soluços. Necessitam de gado de tracção animal, de instrumentos de trabalho e fertilizantes, de modo a tirar maior proveito do potencial hídrico local. O governador João Marcelino Tyipinge disse que existe um compromisso com o saudoso Presidente António Agostinho Neto, que dizia que “O mais importante é resolver os problemas do povo”, aliás, referiu, é o que se tem feito até a data presente.
Bunjei continua a ganhar infra-estruturas sociais, em benefício da população. João Marcelino Tyipinge disse que a inauguração da nova sede vai permitir prestar um trabalho condigno à população. O armazém vai servir para a distribuição de mercadorias, de modo a que a população deixe de percorrer grandes distâncias na procura de vários produtos. A comuna de Bunjei conta com uma população maioritariamente camponesa e estimada em 24.875 habitantes, distribuída por 28 aldeias, com três regedorias.

Tempo

Multimédia