Províncias

Portadores de deficiência recebem auxílio na Huíla

Milhares de pessoas portadoras de deficiência estão a receber apoios com bens de primeira necessidade, meios de locomoção e habitação pela Direcção Provincial da Assistência e Reinserção Social da Huíla.

O facto foi anunciado no Lubango, pela directora da instituição, Amélia Casimiro, no âmbito do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência. A pessoa com maior grau de deficiência tem recebido regularmente assistência alimentar, cuja cesta integra arroz, fuba de milho, óleo vegetal, peixe e conservas em lata, além de cadeiras de rodas, muletas,  bengalas e óculos graduados. São assistidos 7.958 deficientes. 
Amélia Casimiro disse que a par do apoio alimentar e de meios de locomoção, o Governo construiu e entregou, este ano, 40 casas  no bairro do Tchioco, arredores da cidade do Lubango, a igual número deficientes físicos e suas famílias. />Os portadores de deficiência contam com uma cooperativa agrícola, detentora de 100 hectares, no município de Quipungo, onde os produtos são distribuídos às famílias filiadas e os excedentes vendidos.
Para o próximo ano, de acordo com a directora, a instituição vai distribuir 50 motorizadas a portadores de deficiências, para que possam efectuar o serviço de moto táxi e gerar receitas para a sua sobrevivência.
Para saudar o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, a direcção da Assistência e Reinserção Social programou visitas a casas de beneficiários, actividades recreativas e culturais.

Tempo

Multimédia