Províncias

Postos de saúde melhoram a assistência no meio rural

Arão Martins | Mbuloteque

A entrada em funcionamento de dois postos de saúde em Mbuloteque e Ndovala, município de Chipindo, permitiu melhorar a assistência médica e medicamentosa local.

Executivo aposta no sector da Saúde
Fotografia: Jornal de Angola

A entrada em funcionamento de dois postos de saúde em Mbuloteque e Ndovala, município de Chipindo, permitiu melhorar a assistência médica e medicamentosa local.
Os dois estabelecimentos de saúde, inaugurados pelo vice-governador da Huíla para a área técnica e infra-estruturas, Nuno Mahapi Ndala, foram construídos com fundos do Programa Integrado de Desenvolvimento Rural e Combate à Pobreza levado a cabo pela administração municipal de Chipindo.
Os dois postos médicos dispõem de salas de tratamento, de parto e de internamento, assim como farmácias. O enfermeiro chefe Guilherme Tchombossi disse que o posto médico de Ndovala, a cerca de 25 quilómetros da sede municipal de Chipindo, atende em média 45 pacientes por dia. O serviço médico e medicamentoso é assegurado por cinco especialistas.
O administrador municipal do Chipindo, Daniel Salupassa, afirmou que o Programa Integrado de Desenvolvimento Rural e Combate à Pobreza, elaborado pelo Executivo, está a ser materializado em todas as comunas. A par da construção de postos de saúde, o programa contempla a construção de escolas e habitações sociais.
Daniel Salupassa sublinhou que, na localidade de Ndovala e na sede do município, está em curso a construção de novas escolas.

Tempo

Multimédia