Províncias

Primeira loja é aberta no município

Arão Martins | Caluquembe

O acesso aos serviços de registo de nascimento no município de Caluquembe, na Huíla, está dinamizado, desde quinta-feira, com a abertura da primeira loja dos registos, inaugurada pelo governador provincial, João Marcelino Tyipinge.

Habitantes da província da Huíla têm acesso mais facilitada a emissão de documentos
Fotografia: Eduardo Pedro |

Implementada pela delegação provincial da Justiça e dos Direitos Humanos, em parceria com a Administração Municipal de Caluquembe, a primeira loja põe término à preocupação de percorrer 185 quilómetros de distância que afligia a população sempre que tivesse que se dirigir aos serviços de registo civil.
Neste momento, a loja dos registos tem uma capacidade de emissão diária de 30 Bilhetes de Identidade, 45 cédulas pessoais, mais de 80 registos criminais, 25 certidões de nascimento.
O administrador municipal de Caluquembe, José Arão Nataniel, explicou que a abertura da loja surge no âmbito de um plano que tem por objectivo acelerar a actividade de registo de nascimento a nível da província, em particular no município.
Disse que, numa primeira fase, foi criada a loja que atende a sede, mas salientou a existência de um plano que visa abrir igualmente outras lojas nas comunas da Negola e Calepi. O administrador afirmou que a emissão de documentos pessoais é uma preocupação do governo, daí o surgimento da loja, que tem várias áreas, com destaque para sala de atendimento dos registos, atendimento do cartório, sala de casamento, conservatória, notário e serviços internos.
Augusto António, em nome dos habitantes do município, felicitou o governo local e o Executivo pelo empenho na criação de condições para que a população local possa beneficiar de mais um serviço que vem colmatar as grandes dificuldades que a mesma enfrentava.
Considerou que o país está a dar passos significativos no aumento do acesso aos serviços de registos de nascimento e da emissão do Bilhete de Identidade em todo o território nacional.
“O nosso agradecimento não tem dimensão, pois, é uma medida acertada para que a população termine com constantes viagens para ter acesso ao bilhete, cédula e assento de nascimento”, disse o munícipe.
Caluquembe, um dos municípios da província da Huíla, tem uma população estimada em 359.011 habitantes.

Tempo

Multimédia