Províncias

Problemas dos jovens analisados em encontro

André Amaro | Matala

Representantes de várias organizações de jovens da Huíla debateram, na Matala, com os membros do Governo Provincial alguns dos problemas da juventude.

Membros do Governo e representantes de organizações juvenis discutem problemas sociais
Fotografia: André Amaro | Matala

No encontro participaram responsáveis dos conselhos municipais, dos escuteiros, associações juvenis, religiosas, desportivas e culturais e representantes de partidos políticos.
Acesso a escolaridade, formação profissional, primeiro emprego, habitação, terrenos para autoconstrução, campos desportivos e locais de lazer foram as principais preocupações apresentadas pelos jovens.  
 A vice-governadora da Huíla para área Política e Social disse na abertura do encontro que os jovens enfrentam vários desafios, como “o desemprego e o difícil acesso à educação e à habitação digna”.
Maria Chipalavela também falou dos problemas de abandono escolar, prevalência de doenças sexualmente transmissíveis, consumo e­xagerado de bebidas alcoólicas e de drogas e do desrespeito pelos valores morais e cívicos. A governadora lembrou que a Constituição ­determina que os jovens devem gozar de protecção social para efectivação dos seus direitos económicos, sociais e culturais e que em 2005 o Executivo aprovou o Plano Executivo de apoio à Juventude, reformulado no ano passado, com o objectivo de responder aos principais anseios dos jovens.

Entrega de terrenos


Distribuição de terrenos, habitações sociais e construção de infra-estruturas para a juventude foram temas apresentados no encontro pelo administrador da Matala, Manuel Vicente.
Na reunião foram analisados assuntos relacionados com importância do diálogo, a necessidade da educação patriótica, o acesso dos jovens ao sistema de ensino, o combate ao analfabetismo e à violência doméstica, sinistralidade rodoviária, delinquência juvenil, drogas, bebidas alcoólicas e VIH-Sida, bem como as oportunidades de formação profissional e de emprego.
A política de crédito e o empreendedorismo e a política do Estado para a juventude também foram temas debatidos no encontro

Tempo

Multimédia