Províncias

Professores da Faculdade de Medicina com melhores condições de alojamento

Arão Martins | Lubango

Um prédio de 16 apartamentos, cada um com três quartos, construído pelo Governo Provincial da Huíla, na centralidade da Eywa, arredores do Lubango, foi entregue aos docentes da Faculdade de Medicina da Universidade Mandume Ya Ndemufayo.

A foto documenta o momento em que o governador Marcelino Tyipinge (ao centro) visitou a nova centralidade de Eywa no Lubango
Fotografia: Arão Martins | Lubango

Um prédio de 16 apartamentos, cada um com três quartos, construído pelo Governo Provincial da Huíla, na centralidade da Eywa, arredores do Lubango, foi entregue aos docentes da Faculdade de Medicina da Universidade Mandume Ya Ndemufayo.
O prédio é um dos dois construídos no quadro do Programa de Investimentos Públicos. As obras de ambos estão orçadas em mais de 330 milhões de kwanzas.
O governador provincial da Huíla afirmou, após visitar o prédio, estarem criadas as condições para os professores, sobretudo estrangeiros, estarem melhor alojados e que falta apenas instalar um gerador alternativo à corrente eléctrica.
Marcelino Tyipinge anunciou que o Governo Provincial também vai alojar em algumas casas construídas na centralidade da Eywa futebolistas oriundos de outras províncias contratados pelo Clube Desportivo da Huíla.
O governador também visitou as obras de construção de 35 casas no município do Lubango que fazem parte do programa de edificação de 200 fogos habitacionais em todos os municípios e disse que a nova centralidade da Quilemba está concluída em Outubro de 2014. 
O vice-reitor da Universidade Mandume Ya Ndemufayo para a área Cientifica, José Luís, afirmou que a atribuição de apartamentos aos docentes demonstra que as autoridades estão empenhadas em criar condições aos quadros. Os 16 apartamentos, referiu José Luís, são bem-vindos, pois sentíamos algumas dificuldades com a habitação dos professores estrangeiros, principalmente os da Faculdade de Medicina.

Tempo

Multimédia