Províncias

Professores exortados a educarem para combater a pobreza na Huíla

André Amaro | Lubango

O êxito da actividade docente depende das condições materiais, didácticas e sociais postas à disposição dos professores, disse, no Lubango, na cerimónia comemorativa do Dia do Educador, o inspector-geral da Educação na Huíla.

O êxito da actividade docente depende das condições materiais, didácticas e sociais postas à disposição dos professores, disse, no Lubango, na cerimónia comemorativa do Dia do Educador, o inspector-geral da Educação na Huíla.
Luís Cambinda, que referiu que o Executivo angolano está a proporcionar essas condições para haver um ensino mais credível, exortou os professores e educadores da província a promoverem acções de combate à fome e à redução da pobreza nas comunidades.
O inspector disse que o educador é um artífice, pois aprimora comportamentos da sociedade e que, em função das condições proporcionadas pelo Executivo angolano, o processo de ensino regista melhorias significativas, principalmente no que se refere ao desempenho do professor.
 O director do Instituto Médio do Lubango, Belinho Alberto, reiterou, em nome dos professores, o compromisso de se continuar a trabalhar na formação de homens capazes de responderem às exigências da sociedade.

Tempo

Multimédia