Províncias

Professores sem agregação frequentam acção formativa

Domingos Mucuta| Lubango

Professores sem agregação pedagógica dos municípios da Matala, Quipungo, Quilengues e Gambos estão a participar numa acção de formação sobre novas metodologias de ensino, revelou ontem, no Lubango, o director da Escola de Formação de Professores do Comandante Liberdade.

Justino Cangue disse que a formação é realizada em parceria com as administrações municipais e tem por objectivo dotar, neste fase, 500 docentes recentemente admitidos no sistema de educação, de conhecimentos técnicos e científicos para uma maior qualidade de ensino.
Ao falar na abertura das primeiras jornadas científicas da instituição, disse que a formação tem uma forte componente prática, para que os novos professores tenham também contacto com o modo de transmitir conhecimentos aos alunos.
O director da Escola de Formação de Professores do Lubango anunciou, para o próximo ano, o aumento de número de vagas e a abertura do curso de Educação Física, para dar resposta à procura e diminuir o défice de professores da disciplina na Huíla.
A escola de formação de professores ministra os cursos de Bioquímica, História e Geografia,Matemática-Física, línguas Portuguesa, Inglesa, Francesa, Educação Moral e Cívica e empreendedorismo.
 Este ano, frequentam a escola mais de mil alunos e as aulas são asseguradas por 85 docentes.
A Escola de Formação está vocacionada para a preparação de professores com o perfil necessário para a concretização integral dos objectivos da educação.
A escola de Formação de Professores tem também por objectivo consolidar os conhecimentos científicos e técnicos dos agentes de ensino e promover a consciência patriótica, de modo a assumirem com responsabilidade os desafios da Educação, além de desenvolver acções de permanente actualização e aperfeiçoamento.

Tempo

Multimédia