Províncias

Programa tem colaboração dos empresários da região

Domingos Mucuta | Lubango

O presidente da Associação Agro-pecuária, Comercial e Industrial (AAPCIL) da Huíla, António de Lemos, reafirmou no Lubango a disponibilidade e o apoio dos empresários locais na execução dos programas municipais integrados de combate à pobreza.

O presidente da Associação Agro-pecuária, Comercial e Industrial (AAPCIL) da Huíla, António de Lemos, reafirmou no Lubango a disponibilidade e o apoio dos empresários locais na execução dos programas municipais integrados de combate à pobreza.
Falando no encerramento da Expo-Huíla, o responsável da AAPCIL afirmou que os empresários são dinamizadores do desenvolvimento económico do país e têm a responsabilidade de encontrar as melhores soluções para a educação e combate à pobreza.
Os empresários, disse, têm responsabilidade na inversão do quadro actual da população huilana, caracterizada pelo desemprego. “Temos consciência da nossa importância no processo de desenvolvimento económico da província. Conhecemos a nossa responsabilidade e estamos dispostos a lutar ao lado do Governo, no sentido de resolvermos os problemas do povo”, assegurou o responsável.
António de Lemos apelou aos agentes económicos a criarem negócios nos municípios, por mais pequenos que sejam, de forma a viabilizar o circuito de distribuição dos bens, desde o produtor até ao consumidor, passando pela transformação. O presidente da AAPCIL recordou que os agricultores, criadores de gado e comerciantes das zonas mais recônditas estão empenhados no desenvolvimento económico e social do país, através da sua actividade produtiva e empresarial. Participaram na Expo-Huíla empresas de diversos ramos económicos das províncias de Benguela, Luanda e Namibe, enquanto do estrangeiro estiveram representantes da África do Sul, Alemanha, Brasil, Gana, Namíbia e Nigéria.

Deficientes visuais

O programa de apoio aos deficientes visuais enquadrados na Associação Regional Sul dos Cegos e Amblíopes de Angola (ARSCAA) chamou a atenção dos empresários presentes na 19ª edição da Expo-Huíla, realizada de 18 a 21 deste mês, com o objectivo de angariar apoios para os seus projectos de âmbito social.  
A associação, que esteve na Expo-Huíla a divulgar o seu projecto para a reintegração social dos deficientes, foi distinguida com um “Leão de Ouro” e diplomas atribuídos às melhores participações pela Associação Agro-Pecuária, Comercial e Industrial da Huíla.
O presidente da ARSCAA, Manuel Freitas, disse que os empresários estão agora mais sensibilizados para apoiar a causa dos portadores de deficiência visual, a avaliar pela disposição manifestada.

Tempo

Multimédia