Províncias

Projectos sociais quase concluídos

Arão Martins| Lubango

A construção de duas escolas e dois centros de saúde em fase de conclusão, no município de Caluquembe, vai permitir aumentar o número de alunos no sistema de ensino e melhorar a assistência médica e medicamentosa à população, em 2011.

Estão a ser construídas escolas e centros médicos para inserir mais crianças no ensino e melhorar a assistência médica
Fotografia: Benigno Narciso| Huíla

A construção de duas escolas e dois centros de saúde em fase de conclusão, no município de Caluquembe, vai permitir aumentar o número de alunos no sistema de ensino e melhorar a assistência médica e medicamentosa à população, em 2011.
A afirmação é do administrador municipal de Caluquembe, Emílio Tchitacumbi, que referiu estarem as escolas, de 12 e 6 salas de aula, a ser construídas na sede municipal e comuna da Negola e os dois postos médicos na comuna de Calepi e Negola.
Alexandre Tchitacumbi informou que as obras estão inseridas no Programa de Intervenção Municipal (PIM) e vão ser inauguradas no âmbito dos festejos do 35º aniversário da Independência Nacional. Os trabalhos encontram-se a cargo de empresas de construção civil angolanas e estão executadas em cerca de 75 por cento, incluindo a construção da administração comunal de Calepi.
De acordo com Alexandre Tchitacumbi, está igualmente em curso a reabilitação da antiga administração municipal, bem como a construção de cinco novas casas que vão albergar os quadros da administração local. Sublinhou que o município controla 280 escolas que permitiram matricular, no ano lectivo prestes a terminar, 30 mil alunos nos diversos níveis de ensino. O responsável do município disse que a par da construção de escolas estão a ser reabilitadas outras que vão permitir a inclusão de mais crianças.
Sobre a saúde, Alexandre Tchitacumbi disse que a circunscrição conta com o Hospital de Caluquembe, tutelado pela Igreja Evangélica Sinodal de Angola. "Estamos a construir postos de saúde na periferia para descongestionar o hospital, que atende casos que podem ser solucionados nas comunas", disse.
O administrador adiantou que as estradas secundárias e pontes estão a ser reabilitadas, para permitir o escoamento dos produtos do campo para a cidade sem dificuldades.
Referiu ainda a criação de espaços de lazer como sendo uma prioridade da sua administração e convidou os empresários e pessoas singulares a investirem no município, dadas as oportunidades ali existentes.
Por outro lado, exortou os utentes de espaços habitacionais e estruturas de exploração económica a mostrarem interesse em recuperar os imóveis, sob pena de os perderem.
O administrador municipal disse existirem muitos empreendimentos que não estão a ser explorados. "Existem pessoas que se intitulam proprietárias deste ou daquele empreendimento e não fazem o devido aproveitamento. Apelamos aos utentes nestas condições a apresentarem planos de revitalização desses espaços", advertiu.

Tempo

Multimédia