Províncias

Quilengues dá primazia a projectos da área social

João Luhaco

A Administração Municipal de Quilengues, na província da Huila, elegeu a conclusão de algumas obras que ficaram pendentes entre 2014 a 2015 e a atenção especial aos sectores da saúde e educação, como grandes prioridades do vigente orçamento de 2018.

Sectores da Saúde e da Educação constam das prioridades
Fotografia: Arão Martins | Edições Novembro | Huíla

O administrador de Quilengues, Armando Vieira, disse ao Jornal de Angola que  “apesar das dificuldades actuais ”, o seu pelouro está apostado na materialização de alguns programas que visam atender as preocupações da população.
“ Estamos a aguardar que haja disponibilização de recursos, de forma efectiva, uma vez que o orçamento foi aprovado e precisamos que de facto as cotas financeiras sejam  disponibilizadas. Mesmo com as dificuldades temos feito todos esforços no sentido de manter os principais indicadores sociais activos”,  disse o administrador Armando Viera.
O  responsável, que se mostrou visivelmente animado com o saudável quadro financeiro que se avizinha, adiantou que algumas infra-estruturas localizadas na sede do município devem ser melhoradas, devido ao estado de degradação que apresentam. “Precisamos de melhorar as infra-estruturas que temos e  construir novas, mas infelizmente, como sabem, o Orçamento Geral do Estado não permite fazer tudo ao mesmo tempo”, frisou.
Informou que têm  já  um programa  para 2018, a ser implementando de acordo com o perfil do município, através do plano de desenvolvimento municipal, à medida que os recursos vão sendo disponibilizados  pelo Orçamento Geral do Estado.
Note-se que o município de Quilengues apresenta uma situação privilegiada para o escoamento de bens alimentares para os grandes centros de consumo, mas há a necessidade de melhorar as vias de acesso às zonas agrícolas espalhadas pelas comunas do Dindi, Impulo e respectivas povoações.
O administrador queixa-se das estradas secundárias e terciárias que estão muito degradadas e garante que a sua recuperação também consta das prioridades.
Quilengues, que a nível da região sul é forte na produção de cereais, como milho, massambala , massango e de hortícolas, está situado a 145 quilómetros a norte da cidade do Lubango e tem 120 mil habitantes.

Tempo

Multimédia