Províncias

Reforçado abastecimento de água

Estanislau Costa | Lubango

Mais de três mil habitantes do bairro Comandante Cowboy, arredores da cidade do Lubango, passaram a consumir água potável, com a inauguração sábado  de um sistema de captação e tratamento, pelo governador provincial da Huíla, João Marcelino Tyipinge.

O sistema de captação e abastecimento de água potável do bairro Comandante Cowboy foi inaugurado pelo governador provincial da Huíla
Fotografia: Estanislau Costa

O sistema, construído com fundos do Programa de Desenvolvimento Institucional do Sector das Águas (PDISA), orçou em dez milhões de kwanzas e está projectado para fornecer 60 metros cúbicos por hora. A infra-estrutura possui um reservatório de dez mil litros e uma bomba eléctrica alimentada por um placa solar. O director provincial de Energia e Águas da Huíla, Abel João da Costa, aconselhou a população a fazer o uso racional da água potável, uma vez que o desperdício deste bem é prejudicial aos outros munícipes que vivam em outras zonas da província.
Abel João da Costa citou como exemplo o caso da sede provincial, o Lubango, onde o abastecimento de água diminuiu em consequência da baixa significativa dos níveis freáticos. O director provincial explicou que a normalização natural das chuvas pode favorecer o aumento do caudal dos rios e fazer com que haja mais água para abastecer.
A outra fase do PDISA, realizada pelo Executivo, em parceria com o Banco Mundial, prevê a implantação de 60 quilómetros de rede de distribuição de água potável.
O director provincial considerou que o programa, com duração de dois anos, representa uma mais-valia para a região, uma vez que vai permitir 4.600 ligações domiciliares, para beneficiar mais de 32.200 famílias dos bairros Agostinho Neto, Lucrécia, Hélder Neto e Comercial.
Abel João da Costa salientou que no ano transacto foram empregues mais de 667.760.000 kwanzas na execução das acções da primeira fase do programa.

Tempo

Multimédia