Províncias

Requalificação privilegia obras integradas

Arão Martins | Caluquembe

O programa de requalificação da sede municipal de Caluquembe, que dá prioridade à construção de infra-estruturas integradas, foi apresentado recentemente ao governador provincial da Huíla, João Marcelino Tyipinge.

O plano de requalificação de Caluquembe foi apresentado ao governador João Marcelino Tyipinge e aos membros do governo
Fotografia: Arimateia Baptista | Caluquembe

Das obras previstas em Caluquembe, 192 quilómetros a norte da cidade do Lubango, destaque para a construção da centralidade da Cachikakala, com oito mil fogos habitacionais. A centralidade dá primazia não só à construção institucionalizada pelo Estado, mas também à autoconstrução dirigida, que regista avanços significativos.
José Arão Nataniel informou que o sector habitacional é uma prioridade para desenvolver o município de Caluquembe.
Com os programas já desenvolvidos, assegurou José Arão, a habitação em Caluquembe deixou de ser uma preocupação, comparativamente aos anos anteriores. “Foram já construídas habitações de alta, média e baixa renda”, disse o administrador.
O desenvolvimento do programa habitacional, acrescentou, tem também por objectivo dar uma nova imagem à região e melhorar as condições de vida dos munícipes de Caluquembe.
O administrador disse que, com a implementação do projecto, vai se conseguir minimizar a situação de falta de habitações no município, visto que existem muitos jovens e funcionários públicos que ainda não têm casa. Explicou que Caluquembe tem uma população estimada em 359.011 habitantes, dos quais 56.000 vão ser beneficiados, segundo estudos preliminares.
O administrador municipal informou que mais de 500 moradias estão também a ser construídas no âmbito do programa de autoconstrução dirigida.
Os planos urbanísticos e plantas são proporcionados pela Administração Municipal de Caluquembe, por formas a proporcionar um crescimento sustentável da circunscrição. A construção institucional também avança. O Conselho de Ministros já se pronunciou sobre os custos das casas, por via da renda resolúvel, e o processo está aberto a todos que pretenderem se candidatar à aquisição das mesmas, estando salvaguardados os 30 por cento orientados para a juventude.
José Arão disse que as autoridades locais estão a desenvolver igualmente o projecto de urbanização e requalificação do Rio Sandula e a evolvente da Montanha da Catchikakala, que vai contar, na primeira fase, com 12.597.15 hectares, em benefício de 56.000 habitantes. Vão ser erguidas 8.000 residências, sendo 5.000 do tipo T3, 2.000 T2 e 1.000 edifícios de um piso.
O plano urbanístico, esclareceu José Arão, tem seis zonas comerciais, com 39 hectares, 66 zonas verdes, três zonas para saúde, com 16 hectares, uma zona turística, com 30 hectares, área para edificação de equipamentos públicos e infra-estruturas.
A distribuição de lotes também é uma prioridade no município, disse José Arão Nataniel. “Estão disponíveis na sede municipal de Caluquembe oito mil lotes de mil metros quadrados cada, que estão a ser distribuídos às populações interessadas em erguer a sua moradia”.
“O processo de distribuição é célere. Em menos de 24 horas os interessados têm o seu terreno acompanhado com o título de concessão”, garantiu José Arão Nataniel. Ao beneficiário é proporcionada uma planta modelo, tendo em conta os objectivos específicos da zona e tipo de projecto onde o indivíduo se candidata para erguer a sua casa ou projecto comercial.
A administração municipal elegeu também como prioridades acções no sector da Saúde, com a construção e reabilitação de centros e postos em todas as comunas. As obras de construção do novo hospital materno infantil, na sede municipal de Caluquembe, com capacidade para internar mais de 100 doentes, equipado com alta tecnologia, é outro ganho das populações.
O governador provincial da Huíla, João Marcelino Tyipinge, elogiou o programa que está a ser desenvolvimento no município de Caluquembe e disse que o Executivo angolano traçou como meta o Plano de Desenvolvimento assente no bem-estar das populações.

Tempo

Multimédia