Províncias

Reserva de medicamentos é aumentada no Lubango

Arão Martins|Lubango

Um lote de   antibióticos, analgésicos, soros e material gastável  foi entregue sexta-feira, à direcção da Pediatria do Lubango, na província da Huíla, numa doação do Standard Bank de Angola, informou ontem a directora da Pediatria do Lubango.

Ana Neves disse que, tendo em conta a actual conjuntura, o hospital vive limitações e, com a recepção do lote de medicamentos, o stock fica reforçado.
 “A pediatria tem, à semelhança de outros hospitais, dificuldades e a doação vem em boa altura”, disse Ana Neves, acrescentando que a pediatria recebeu também material de apoio e prevenção de doenças, como manuais e brochuras sobre a malária, doenças diarreicas agudas, entre outras.
Ana Neves mostrou-se satisfeita com a redução de entradas de crianças doentes na pediatria. Esclareceu que, na fase de cacimbo, a demanda de pacientes reduz e os casos que dão entrada são, na sua maioria, de infecções respiratórias e de malária.
“Em média diária, a pediatria interna 30 crianças. Na noite de quinta-feira para sexta, a pediatria registou dois óbitos de crianças que chegaram em estado grave no banco de urgência, com histórias de serem assistidas antes em alguns postos de saúde”, disse  Ana Neves que explicou que a Pediatria do Lubango continua a registar crianças que dão entrada em estado avançado de intoxicação, por plantas medicinas. A doação de sangue que é feita periodicamente por pessoas voluntárias está a contribuir positivamente para o reforço do stock do centro de hemoterapia da pediatria.
 
Doação de bens alimentares

A directora do Hospital Pediátrico do Lubango  disse que existe o mínimo de medicamentos para atender o banco de urgência e doações semelhantes a do Standard Bank são sempre bem-vindas.
O presidente do conselho de administração do Standard Bank de Angola, António Coutinho, explicou que, a par de medicamentos diversos, foram entregues produtos alimentares e milhares de mosquiteiros impregnados com insecticida, no quadro do plano do Banco no apoio à saúde.
 António Coutinho explicou que o Standard Bank tem projectos bem delineados que visam contribuir para o bem-estar das famílias.
“O Banco tem de contribuir para o crescimento da comunidade”, disse  António Coutinho, acrescentando que “a criança é o futuro do país, dai proporcionar mecanismos que visam o seu crescimento salutar é prioridade, pois uma criança bem-educada e com boa saúde vai garantir um futuro melhor para todos”. 
Depois do Lubango, acção do género vai ser realizada no Hospital Pediátrico do Namibe.

Tempo

Multimédia