Províncias

Serviço de hemodiálise no hospital do Lubango

André Amaro | Lubango

O Hospital Central do Lubango Doutor António Agostinho Neto está a criar condições para abrir ainda este ano os serviços de hemodiálise, anunciou o director-geral Henriques Chipenda.

Nova área vai arrancar em breve
Fotografia: Jornal de Angola

O Hospital Central do Lubango Doutor António Agostinho Neto está a criar condições para abrir ainda este ano os serviços de hemodiálise, anunciou o director-geral Henriques Chipenda.
Henriques Chipenda disse que as infra-estruturas estão criadas e só falta a chegada dos equipamentos. Sublinhou que muitos pacientes com insuficiência renal tem acorrido ao Hospital Central para tratamento, mas são enviados para Luanda por falta de um serviço de hemodiálise.
Com a criação dos serviços de hemodiálise no hospital, os pacientes deixam de ter custos elevados com a deslocação a Luanda e com o tratamento.
Henrique Chipenda informou que a unidade tem em funcionamento os serviços de radiologia, cardiologia, gastrenterologia, dermatologia, neurologia, ortopedia, cirurgia, pediatria, urologia, medicina interna, estomatologia, neurocirurgia, oftalmologia, urologia, ginecologia e obstetrícia.
O funcionamento destes serviços é garantido por 65 médicos auxiliados por 300 enfermeiros e técnicos de saúde. Henriques Chipenda disse que a unidade hospitalar tem 520 camas, mas só interna 420 doentes devido à insuficiência de pessoal, sobretudo técnicos.
Henrique Chipenda garantiu que a direcção do hospital está empenhada em aproveitar as infra-estruturas e a tecnologia instalada no tratamento dos doentes, mas também na investigação científica e na formação de quadros.
Desde o ano passado que a unidade hospitalar está a facilitar estágios para estudantes da Faculdade de Medicina do Lubango e da Universidade PIAGÉ.

Tempo

Multimédia