Províncias

Serviço de Protecção Civil realoja famílias

O Serviço de Protecção Civil e Bombeiros da Huíla realojou, no mês de Janeiro, em áreas seguras, 191 famílias que se encontravam a residir em locais de risco, informou ontem o porta-voz da corporação, Emanuel Castro.

Processo de realojamento de várias famílias contou com a colaboração das administrações municipais que cederam material de construção civil
Fotografia: Jornal de Angola

O Serviço de Protecção Civil e Bombeiros da Huíla realojou, no mês de Janeiro, em áreas seguras, 191 famílias que se encontravam a residir em locais de risco, informou ontem o porta-voz da corporação, Emanuel Castro.   
O porta-voz disse à Angop, no Lubango, ao fazer o balanço dos estragos das enxurradas na Huíla, que foram realojadas famílias dos municípios da Matala, Lubango, Humpata, Chibia e Jamba.
As famílias, acrescentou, beneficiaram de parcelas de terra, chapas, blocos e outros materiais para a construção das suas residências. O responsável adiantou que o processo de realojamento contou com a colaboração das administrações municipais, que cederam os terrenos e materiais de construção civil. 
“Vamos continuar a trabalhar de forma a retirar aquelas famílias que vivem próximo de riachos, pontes, postes de alta tensão, montanhas e ravinas”, realçou.
Em relação aos danos provocados neste período de chuvas, Emanuel Castro referiu a destruição de quatro pontes nos rios Cului e Mbua, no município da Jamba.   
Emanuel Castro enumerou também a destruição total de uma escola com seis salas, no município dos Gambos, o rompimento do tecto do quartel do Serviço de Bombeiros da Jamba e da Matala e outras infra-estruturas.   O porta-voz informou que foram ainda registados 213 desabamentos de residências, constituindo assim 1.278 famílias que ainda clamam por ajuda humanitária.
O Serviço de Protecção Civil e Bombeiros na província da resgatou também nove cidadãos nos municípios da Chibia, Lubango e Humpata.  
Para combater a sinistralidade e catástrofes naturais na província , o Serviço de Protecção Civil e Bombeiro na Huíla conta com três viaturas, sendo duas ambulâncias de suporte vital e uma de salvamento e pronto-socorro.

Tempo

Multimédia