Províncias

Serviços de Saúde nas vilas e aldeias

André Amaro| Lubango

As populações residentes nas comunas, vilas e aldeias da província da Huíla estão a beneficiar de assistência médica e medicamentosa nas suas localidades, na sequência da criação de equipas móveis avançadas de Saúde.
A iniciativa, que visa aumentar a cobertura sanitária, levando pacotes especiais às comunidades rurais mais recônditas, está a ser realizada pela direcção provincial da Saúde na Huíla e parceiros.

Foram criadas equipas móveis para aumentar a cobertura sanitária e baixar os índices de mortalidade nas comunidades
Fotografia: Arimatéia Baptista| Lubango

As populações residentes nas comunas, vilas e aldeias da província da Huíla estão a beneficiar de assistência médica e medicamentosa nas suas localidades, na sequência da criação de equipas móveis avançadas de Saúde.
A iniciativa, que visa aumentar a cobertura sanitária, levando pacotes especiais às comunidades rurais mais recônditas, está a ser realizada pela direcção provincial da Saúde na Huíla e parceiros.
O director provincial da Saúde na Huíla, Barnabé Lemos, explicou que esta estratégia vem complementar o programa do Executivo, que consiste em levar os serviços sociais básicos às populações mais longínquas.
O responsável da Saúde afirmou que as populações que vivem longe dos grandes centros urbanos estão a ser apoiadas com equipas móveis de profissionais de saúde, que além de levarem os pacotes especiais, procuram mobilizar as comunidades sobre os cuidados primários.
O pacote é composto de vacinas contra o sarampo, hepatite B, meningite, poliomielite, tétano, febre amarela e outras acções para crianças. O mesmo é extensivo às mulheres grávidas que recebem vitaminas e são imunizadas contra o tétano, disse o responsável da Saúde.
As autoridades sanitárias estão a distribuir mosquiteiros impregnados e dão instruções de prevenção contra a malária, cólera e diarreias agudas e procedimentos que devem ser tomados logo no início. Barnabé Lemos garantiu que em todas as localidades com mais de cinco mil habitantes estão a ser instalados postos de saúde apetrechados com medicamentos essenciais e técnicos capacitados. O funcionário assegurou que a sua direcção vai abrir no decorrer deste ano, nos municípios da Matala, Kuvango, Caluquembe e Quilengues, escolas regionais, para a formação de técnicos em distintas áreas da Saúde.
O director provincial da Saúde na Huíla informou que estes municípios referenciados vão atender as regiões sul, leste e norte e cada um inicia com duas turmas para as especialidades de enfermagem, laboratório, farmácia e Raio X.

Tempo

Multimédia