Províncias

Sexualidade na adolescência tema de debate entre estudantes

André Amaro | Lubango

Os alunos da escola do primeiro ciclo do ensino secundário, 1º de Dezembro, na cidade do Lubango, foram quinta-feira sensibilizados durante uma palestra sobre questões relacionadas com a sexualidade na adolescência, com vista a prevenir gravidezes indesejadas.

Os alunos da escola do primeiro ciclo do ensino secundário, 1º de Dezembro, na cidade do Lubango, foram quinta-feira sensibilizados durante uma palestra sobre questões relacionadas com a sexualidade na adolescência, com vista a prevenir gravidezes indesejadas.
Promovido pela Brigada de Educação Moral, Cívica e Patriótica da JMPLA, na província da Huíla, o encontro serviu para desincentivar a prática de envolvimento sexual dos adolescentes naquele estabelecimento de ensino.
A directora da Família e Promoção da Mulher na Huíla, Amélia Metodio, que orientou a palestra, apelou aos adolescentes a não terem pressa de manter relações sexuais, sob pena de contrair determinadas doenças ou uma gravidez indesejada, colocando em risco, quer o desenvolvimento da mãe quer da própria criança.
“A prática de relações sexuais deve ser feita quando ambos estão preparados do ponto de vista psicológico, físico, material e até financeiro para suportar as consequências”, disse.
A responsável aconselhou os jovens adolescentes a conversarem com os pais, encarregados de educação, tutores e outras pessoas experientes, antes de partirem para esta prática.
O director da escola 1º de Dezembro, Teodoro Bento, disse que a palestra vem a calhar, atendendo a que, neste ano lectivo, três alunas da instituição, de 14 e 15 anos, se encontravam em estado de gestação, o que considera ser um assunto preocupante, sobretudo para a família. 

Tempo

Multimédia