Províncias

Técnicos prosseguem testes na mini-hídrica das Gangelas

Os testes para a entrada em funcionamento da mini-hídrica instalada na barragem das Gangelas, no município da Chibia, prosseguem, estando a ser realizadas afinações nas máquinas, informou a directora técnica do empreendimento.

Trabalho na central começaram há dois anos
Fotografia: Santos Pedro

Josefa da Silva referiu que os técnicos estão a ultimar igualmente os trabalhos de retoques em toda a sua infra-estrutura, no sentido de aguardar pela chegada de responsáveis do Ministério da Agricultura (dono da obra), para se proceder aos testes finais.
Os ensaios tiveram início a 22 de Janeiro, sendo já possível produzir energia, o que permitiu testar as linhas de transporte até ao perímetro irrigado, abastecer a sua estação de bombagem e regadio, assim como o sistema de iluminação da central eléctrica.
A funcionar em pleno, a central com capacidade de produção de 1,2 mega watts, vai consumir 6,5 metros cúbicos de água por segundo, já que o menor dos grupos, com capacidade de produção de 0,4 mega watts, consome 2,4 metros cúbicos e o maior, de 0,8 MW, vai consumir 4,1 metros cúbicos.Os trabalhos de montagem, cujo valor não foi revelado, iniciaram em Junho de 2013. A barragem vai abastecer, numa primeira fase, o sistema de regadio do seu perímetro e posteriormente a vila sede da Chibia. Reabilitada em 2009, Gangelas possui uma albufeira com capacidade para 3.500.000 metros cúbicos de água e um dique de derivação.

Tempo

Multimédia