Províncias

Toneladas de batata colhidas na Chibia

Pelo menos, 1.500 toneladas de batata são colhidas, até ao final do ano, pelo grupo empresarial Jardins da Yoba, no município da Chibia, na província da Huíla, informou ontem a directora da empresa, Maria de Lourdes.

Fotografia: JAImagens | Edições Novembro

A gestora fez saber que parte do produto, cuja colheita deve começar em Novembro, vai servir para fornecer o programa nacional de produção de sementes, ao passo que o restante se destina ao mercado.
Maria de Lourdes disse que a batata de calibre mais pequeno deverá ser reservada para abastecer o programa de sementes, ao passo que a mais graúda será destinada ao consumo.
A empresária adiantou que neste momento estão cultivados no município da Chibia mais de 50 hectares do tubérculo, sendo que a empresa está a criar condições para, no início do mês de Novembro, se arrancar o processo de colheita, que poderá estender-se por um mês. “Temos muita batata e de boa qualidade para sementes, assim como para o consumo imediato e vamos fornecer aos mercados da Huíla e de outras províncias do país”, disse Maria de Lourdes, sem avançar o preço a ser praticado na comercialização, garantindo apenas que será acessível.
O Jardim da Yoba existe desde 2014 e além de trabalhar na agropecuária, produz mel e ovos e possui uma unidade moageira industrial.
O município da Chibia situa-se a 42 quilómetros a sul da cidade do Lubango, capital da província da Huíla, e conta com uma população estimada em 190.670 habitantes.

Tempo

Multimédia