Províncias

Trabalhadores realçam melhorias

Benigno Narciso|Lubango

O secretário da União Nacional dos Trabalhadores Angolanos (UNTA-CS) na província da Huíla enalteceu os esforços do Executivo na criação de condições de trabalho e na melhoria da situação social dos filiados.

Um ângulo da capital da província da Huíla onde as condições sociais dos trabalhadores estão a melhorar
Fotografia: Arão Martins

Bernardo Carlos Cabungo especificou que ao nível da província da Huíla, as entidades empregadoras públicas e privadas têm sabido atribuir valor aos empregados, em função também dos apelos e negociações mantidos.
No âmbito das negociações entre o Governo Provincial e os sindicatos, fez-se já o pagamento, no primeiro trimestre deste ano, da totalidade dos salários em atraso dos trabalhadores da Empresa de Mecanização Agrícola (MECANAGRO), da fazenda “Nossa Terra” e início da amortização dos vencimentos dos funcionários da Empresa Nacional de Pontes.
O sindicalista da UNTA-CS apelou para uma maior unidade, empenho e dedicação dos trabalhadores no exercício das suas funções, para a solução dos problemas sociais.
O reajustamento salarial na ordem dos oito por cento e as discussões sobre o aumento de 13 por cento do salário mínimo nacional constituem ganhos da classe dos trabalhadores na sua luta por melhores condições de vida.
A melhoria salarial surge também da vontade do Executivo, no âmbito da necessidade contínua de melhorar a vida dos trabalhadores e o bem-estar de suas famílias.A realização do Censo Geral da População e Habitacional , que visa assegurar a eficácia na distribuição dos serviços e benefícios, assim como o reajustamento salarial, demonstram o empenho do Executivo e Governos Provinciais para a satisfação das necessidades fundamentais dos trabalhadores. Bernardo Cabungo apelou à participação e colaboração dos trabalhadores e suas famílias no processo de recenseamento, pois constitui a via de identificação do número exacto de habitantes no país, as respectivas áreas de habitação e condições de vida.
Esses dados vão permitir a distribuição eficaz e justa dos benefícios e serviços básicos às populações, atendendo as necessidades de cada área do país e contribuindo assim, de forma directa, na melhoria e satisfação das necessidades dos trabalhadores e suas famílias.

Tempo

Multimédia