Províncias

Viagens em Capunda Cavilongo estão a ser feitas com dificuldade

Arão Martins | Lubango

A circulação na comuna de Capunda Cavilongo, município da Chibia, está a processar-se com grandes dificuldades, devido ao desabamento de oito pontes, em consequência das chuvas que se abateram sobre a região.

Administrador José Muentchipandi
Fotografia: Jornal de Angola

A circulação na comuna de Capunda Cavilongo, município da Chibia, está a processar-se com grandes dificuldades, devido ao desabamento de oito pontes, em consequência das chuvas que se abateram sobre a região.
O administrador comunal de Capunda Cavilongo, José Muentchipandi, disse ao Jornal de Angola que desabaram três pontes sobre o rio Cangolo, Calunkondo e Ngoyo.
Além disso, caíram também cinco pontes pequenas sobre os rios Tikili, Sete-Capunda, Tchitaka e Kanguele, mas as autoridades já trabalham para a reposição das mesmas, segundo o administrador.
Face a esta situação, acrescentou, a circulação é feita com muitas dificuldades, entre a sede da comuna e a sede da Chibia, passando pela localidade da Lufinda.
Idêntica é a situação entre a comuna e o município de Quipungo. A circulação entre a localidade e a cidade do Lubango, através do controlo do 16, também se processa com dificuldades. “Actualmente, é feita através de vias alternativas. Muitas vezes, onde encontramos rios cheios, somos obrigados a esperar até que o rio desça para podermos atravessar”, explicou José Muentchipandi.
“A intervenção efectiva está condicionada às constantes chuvas que caem sobre a região. Assim que elas deixarem de cair com intensidade, as autoridades vão intervir”, assegurou. Além disso, José Muentchipandi adiantou que as empresas que exploram o granito negro na localidade de Tchikuatiti, município da Chibia, vão, nos próximos tempos, reabilitar a estrada que liga a localidade à sede do município da Chibia, numa distância de aproximadamente 30 quilómetros. O programa é local e todos os empresários concordaram em participar na reabilitação.
“Existe um programa local que visa reabilitar a estrada. A iniciativa é das empresas que exploram o granito na Chibia. Nos próximos dias realiza-se um encontro com a administradora municipal, Otília Noloti, para os pormenores da empreitada”, explicou o administrador José Muentchipandi.
       
 Recuperação do gado
 
De Janeiro a Março do corrente ano , 25 cabeças de gado foram furtadas na comuna de Capunda Cavilongo. José Muentchipandi disse que do total de cabeças furtadas, 15 já foram recuperadas e entregues aos seus proprietários.
Sublinhou que, durante este período, os ladrões tentaram usar outras técnicas, envolvendo indivíduos das comunidades nas acções. As autoridades policiais ao tomarem conta da questão, reforçaram os métodos de actuação.

Tempo

Multimédia