Províncias

Identificados projectos de desenvolvimento

Leonor Mabiala | Cabinda

A província de Cabinda definiu já os projectos a serem implementados neste ano, no âmbito do programa de combate à fome e pobreza no meio rural, disse no sábado o administrador municipal de Cabinda.

Agricultura continua a ser a principal aposta das autoridades municipais de Cabinda no âmbito da diversificação da economia
Fotografia: Eduardo Pedro

Artur de Carmo Manuel falava durante uma reunião entre a governadora provincial Aldina da Lomba e os membros da comissão provincial do programa de combate à pobreza, referiu como prioridades para a província  o desenvolvimento de actividades ligadas à diversificação da economia, com destaque para a agricultura. “As autoridades do município sede dão especial atenção às tarefas ligadas aos cuidados primários de saúde para que as unidades sanitárias, sobretudo da periferia,  sejam  apetrechadas com novos equipamentos”, disse  Artur de Carmo Manuel, que acrescentou que além das melhorias nos sistemas de captação e fornecimento de água às populações de Cabinda  beneficia  da construção de mais escolas, num total de 48 salas de aula, nas zonas de Cabassango, Povo-Grande e São Pedro. No município de Cacongo, a administradora Margarida Issaco Barros anunciou a construção de um posto de saúde na aldeia do Caio Cacongo e de duas casas para enfermeiros nas localidades de Buli e Santo Munu, sistemas de captação e distribuição de água potável nas aldeias de Chapa e Terra Nova Bitchequete, bem como a conclusão das obras do centro infantil na sede municipal.
O município de Buco Zau, disse o administrador adjunto José Macaia,  aposta  no desenvolvimento da actividade agrícola, identificando terras aráveis para o cultivo de feijão e amendoim,  e o abastecimento de água nos povoados de Caio Poba, Nhuca e Condes Grande e Pequeno.

Tempo

Multimédia