Províncias

Idosos de Paredes recebem alimentos

Augusto Cuteta|

Mais de 50 idosos da comuna de Paredes, Dembos Quibaxe, vão passar a beneficiar, aos finais de semana, de refeições gratuitas, num programa da Associação dos Amigos e Naturais da Região Norte (ANAR-NORTE).

A Associação dos Naturais da Região Norte entregou dezenas de cestas básicas a idosos
Fotografia: Dombele Bernardo

Mais de 50 idosos da comuna de Paredes, Dembos Quibaxe, vão passar a beneficiar, aos finais de semana, de refeições gratuitas, num programa da Associação dos Amigos e Naturais da Região Norte (ANAR-NORTE).
A primeira acção começou ontem e teve a participação do presidente da associação, António Manuel Kadimi. A par do projecto “Nzo ya diakime”, em português “a casa dos idosos”, a associação lançou igualmente as primeiras sementes de uma cooperativa agropecuária, na aldeia de Cuimbinga.
A cooperativa é um projecto que envolve 56 associados, com vista a apoiar o Programa de Combate à Pobreza. António Kadimi disse que o surgimento de cooperativas agropecuárias na região norte do país vai fomentar a produção de cereiais, hortículas, e a criação de gado. Além destes projectos, a Associação dos Amigos e naturais da Região Norte  entregou a 45 idosos da comuna de Paredes cestas básicas, para festejarem o Natal.
A Associação dos Naturais e Amigos da Região Norte proporcionou um espectáculo músico-cultural, em que participaram artistas da região.
Um dos pontos mais altos das actividades desenvolvidas pela Associação dos Amigos e Naturais  da Região Norte foi a visita que os membros da organização efectuaram ao hospital comunal onde se procedeu à entrega de bens para diminuir as carências da unidade clínica.
A Associação dos Amigos e Naturais da Região Norte é uma instituição que trabalha para garantir assistência humanitária às populações da região norte do país, estabelecendo relações de cooperação com os governos provinciais, entidades públicas e privadas, organismos internacionais, para sensibilizá-los na luta contra a pobreza.

Tempo

Multimédia