Províncias

INAC quer acabar com vendedores de rua

O Instituto Nacional da Criança (INAC) no Cuanza Sul inicia nos próximos dias campanhas sobre os inconvenientes de ainda haver crianças vendedoras de rua e engraxadores, disse ontem à Angop o seu responsável naquela província.

Muitas crianças abandonam os estudos
Fotografia: João Augusto

David Domingos justificou a iniciativa com o facto de ter vindo a aumentar “de forma assustadora” o número de crianças a exercer aquelas actividades,” pelo que é importante conhecerem-se as causas disso suceder”  e alertou os pais e encarregados de educação para as inconveniências da situação.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                             
O responsável referiu que o INAC vai reunir com parceiros sociais para analisarem as causas da situação e lembrou a Lei de Protecção do Desenvolvimento Integral da Criança, que impede que a impede de exercer actividades profissionais.

Tempo

Multimédia