Províncias

Infra-estruturas para turismo inauguradas na Baía Farta

António Gonçalves| Benguela

O município da Baía Farta, em Benguela, ganha infra-estruturas turísticas, que representam uma mais-valia para região. Inauguradas pelo secretário de Estado da Economia, Pedro Fonseca, os empreendimentos que entram em acção na Baía Farta, traduzem um ganho incomensurável, sobretudo por  terem sido erguidos com matéria-prima local.

Novos empreendimentos empregam jovens
Fotografia: Francisco Bernardo | Edições Novembro

O governante disse, nessa perspectiva, que acções do género encorajam a substituição de importações de materiais, uma das estratégias que constam das prioridades do Executivo angolano.
Pedro Fonseca, que integrou a delegação do Presidente da República, João Lourenço, que orientou na cidade de Benguela o I Conselho de Governação Local (CGL), afirmou ainda que, estes empreendimentos minimizam as necessidades do turismo interno.
No entanto, por investimentos do género servirem os interesses da região, particularmente, e do país, em geral, Pedro Fonseca, encorajou os empresários da província a optarem por iniciativas semelhantes. Foram inauguradas duas pousadas  com 100 camas, salas de conferências, uma com 120 lugares e outra para 500 pessoas, serviço de bar, salas de eventos, ginásio, piscinas, cafetaria, espaços para recreação e outros serviços. O surgimento desse empreendimento turístico na vila piscatória da Baía Farta garantiu empregos directos para 161 jovens.

Ministra das Pescas


A ministra das Pescas e do Mar, Vitória de Barros Neto, que igualmente integrou a delegação do Presidente da República na sua deslocação à Benguela, esteve também no município da Baía Farta.  Na região, a governante visitou a unidade de captura de pescado denominada Socipesca, onde se inteirou do seu funcionamento e dificuldades.

Tempo

Multimédia