Províncias

Investidos milhões de dólares em acções filantrópicas no Bié

Mais de 50 milhões de dólares estão a ser investidos na província do Bié por Organizações Não-Governamentais, desde 2009, em acções ligadas ao desenvolvimento das comunidades, disse ontem, no Cuito, o coordenador provincial da Unidade Técnica para a Coordenação dos Assuntos Humanitários (UTCAH), Félix Jêngua, noticia a Angop.

Mais de 50 milhões de dólares estão a ser investidos na província do Bié por Organizações Não-Governamentais, desde 2009, em acções ligadas ao desenvolvimento das comunidades, disse ontem, no Cuito, o coordenador provincial da Unidade Técnica para a Coordenação dos Assuntos Humanitários (UTCAH), Félix Jêngua, noticia a Angop.
O coordenador, que revelou esta informação durante o balanço das actividades desenvolvidas pelas ONG na província, sublinhou que o referido montante está a ser investido em programas ligados ao desenvolvimento das comunidades, assim como na assistência social das populações, principalmente as consideradas vulneráveis. 
Félix Jêngua assegurou que cerca de 400 mil populares são assistidos através da implementação e execução dos programas da agricultura, saúde, educação, obras públicas, saneamento básico do meio, desportos, cultura, recreação.
Entre os programas de ajuda aos cidadãos considerados vulneráveis constam ainda a distribuição de meios agrícolas, mosquiteiros impregnados e tratados com insecticida, acções de luta contra o VIH/Sida e outras doenças de transmissão sexual, alfabetização, construção de latrinas e pontos de abastecimento de água potável.
O coordenador da UTCAH referiu que parte das comunidades foram enquadradas nos projectos relacionados com a agricultura, tendo acrescentado que estes estão a contribuir significativamente para a base do desenvolvimento da região.
Os projectos, segundo ele, beneficiaram igualmente um considerável número de desmobilizados das ex-forças militares da UNITA e seus dependentes, nos domínios da formação socioprofissional, bem como da produção agrícola.
Esclareceu ainda que a UTCAH no Bié controla 18 ONG´s, entre nacionais e internacionais. No futuro, o número pode aumentar, tendo em conta a implementação e execução de outros programas ligados ao desenvolvimento das comunidades, principalmente os rurais.  

Tempo

Multimédia