Províncias

Jovens frequentam cursos de formação profissional

Joaquim Aguiar|Dundo

Cerca de 400 jovens começaram, no fim-de-semana, na cidade do Dundo, uma acção de formação, de nove meses, em diferentes especialidades de artes e ofícios.

Oficinas movéis estão a reforçar o processo de formação profissional
Fotografia: Joaquim Aguiar

Cerca de 400 jovens começaram, no fim-de-semana, na cidade do Dundo, uma acção de formação, de nove meses, em diferentes especialidades de artes e ofícios.

 A acção de formação, promovida pelo Instituto Nacional de Formação Profissional (INAFOP), divide-se pelas especialidades de mecânica auto, canalização, serralharia civil, carpintaria, electricidade e construção civil.
  O INAFOP na Lunda-Norte formou, desde 2008, cerca de 1.900 jovens, em várias especialidades, nos municípios de Chitato, Cambulo, Lucapa e Cuango, mas apenas 179, organizados em cooperativas juvenis, estão a trabalhar.
  INAFOP e a direcção provincial da Juventude e Desportos têm promovido a integração de alguns dos jovens, que concluíram acções de formação, em cooperativas juvenis, permitindo-lhes receberem kits profissionais. 
Ainda este ano vão realizar-se acções de formação nos municípios de Cambulo, Lucapa e Cuango, zonas mineiras, onde as empresas diamantíferas oferecem emprego, sobretudo nas áreas de mecânica, electricidade, construção civil, electricidade, secretariado e canalização.  
O responsável dos serviços do INAFOP na Lunda-Norte disse, ao Jornal de Angola, que a afluência dos jovens aos centros de formação “ultrapassa a capacidade de resposta”, pelo que, frisou, são necessárias mais duas unidades de oficinas movéis, sobretudo para a cidade do Dundo.

Tempo

Multimédia