Províncias

Jovens terminam cursos no centro de Quipungo

João Katombela | Quipungo

Jovens com idades compreendidas entre os 18 e 30 anos concluíram no município de Quipungo, província da Huíla, cursos profissionais  nas áreas de informática, alvenaria, mecânica e culinária. 

Vários conhecimentos foram ministrados no município por professores angolanos
Fotografia: Mota Ambrósio

Jovens com idades compreendidas entre os 18 e 30 anos concluíram no município de Quipungo, província da Huíla, cursos profissionais  nas áreas de informática, alvenaria, mecânica e culinária. 
Os cursos foram organizados pela Administração Municipal de Quipungo, em parceria com o Instituto de Formação Profissional (INEFOP). Durante seis meses, 350 jovens desempregados recebeu formação profissional que lhes permite ingressar no mercado de trabalho.
O administrador municipal em exercício de Quipungo, Óscar Bernardo, disse ao Jornal de Angola que os jovens que se formaram nas áreas de informática estão, neste momento, a estagiar em serviços da função pública.
Os restantes jovens que frequentaram os cursos de alvenaria, mecânica e culinária receberam ferramentas para facilitar a criação de pequenas empresas. Óscar Bernardo manifestou a sua satisfação pela forma como foi realizado o curso e valorizou o empenho dos jovens durante a formação, já que permitiu alcançar resultados positivos. />“A adesão dos jovens à formação tem sido enorme,  pela necessidade de termos localmente mais técnicos  nas diversas especialidades para que mais pessoas do município e áreas circunvizinhas também beneficiem”, afirmou Óscar Bernardo.
O centro de formação profissional de Quipungo dispõe de 12 instrutores, necessitando de mais cinco para completar os quadros.  
Vanda Maurício formou-se em Informática e com os conhecimentos adquiridos promete dar o seu contributo no desenvolvimento do município.
“Louvo o esforço do governo que está a desenvolver vários programas em benefício dos jovens. Por exemplo, o programa Angola Jovem no município deu formação a centenas de jovens”, referiu.
Camati Malenga formou-se em mecânica e quer colocar em prática o que aprendeu para ajudar o município de Quipungo.
“É motivo de satisfação fazer parte dos primeiros formados neste centro e um dos meus objectivos é encontrar emprego e aplicar os novos conhecimentos”, disse. 

Tempo

Multimédia