Províncias

Abastecimento no Calai melhora em Novembro

Nicolau Vasco | Calai

Quarenta anos depois, os habitantes da sede municipal do Calai, na província do Cuando Cubango, voltam a consumir água potável, com a inauguração, em Novembro, do primeiro sistema de captação, tratamento distribuição projectado para uma população estimada em mais de 34 mil pessoas.

Sistema de distribuição vai ajudar na diminuição de muitas doenças no município de Calai
Fotografia: Nicolau Vasco|Calai

As obras, iniciadas em Março de 2014, estão avaliados em cerca de 60 milhões de dólares. Gelson Bento, responsável da ConsulProjecto, empresa que fiscaliza a obra, o nível de execução já atingiu os 95 por cento, faltando apenas “pequenos detalhes” ligados à rede de distribuição domiciliar e a algumas instituições públicas, que devem estar concluídos antes do final de Outubro, altura em que obra é entregue ao Governo Provincial do Cuando Cubango.
O administrador municipal de Calai, Francisco Manjolo, garantiu que a infra-estrutura vai ser inaugurada no dia 11 de Novembro. “O sistema de captação, tratamento e distribuição de água potável é uma prenda para o povo do Calai no âmbito dos quarenta anos de Independência Nacional.”
Francisco Manjolo considerou a construção o novo sistema de abastecimento de água potável  uma “maia valia” por trazer melhorias ao nível de vida das populações e contribuir para atrair mais investimento público e privado para o Calai.
 Já foi concluída a instalação do poço de captação  de água bruta a partir do rio Cubango, dois grupos geradores de 230 KVA cada, um sistema de filtragem e tratamento, a construção de dois  tanques de armazenamento e a rede de distribuição  com cerca de dezassete quilómetros, concluiu Francisco Manjolo.

Tempo

Multimédia