Províncias

Acidentes em estradas provocam 33 óbitos

Carlos Paulino / Menongue

O director provincial de Viação e Trânsito, no Cuando Cubango, Zacarias Salohoca, disse que, de Janeiro a Outubro deste ano, a instituição que dirige registou 278 casos de acidentes de viação, que resultaram na morte de 33 pessoas, 258 feridos e danos materiais avaliados em mais de 30 milhões de kwanzas.

Fotografia: DR

Comparado com igual período de 2018, o responsável fez saber que houve uma diminuição de 59 acidentes, aumento de cinco óbitos e a redução de 61 feridos, acrescentando que os casos de atropelamento, com 95 ocorrências, que provocaram 13 mortes e 98 feridos, lideram as estatísticas.
Zacarias Salohoca disse que se destacam, também, 13 casos de despistes com seis mortes e 42 feridos, 32 colisões entre motociclos, que resultaram em dois óbitos e 38 pessoas feridas.
O município de Menongue, de acordo Zacarias Salohoca, registou 264 acidentes que provocaram com 25 mortos e 272 feridos, seguido do Cuito Cuanavale com dez acidentes, sete óbitos e 14 feridos, o Cuchi com três ocorrências e um morto e Cuangar com um acidente e nenhuma vítima mortal.
O responsável da Viação e Trânsito aponta como principais causas dos acidentes, o excesso de velocidade, consumo em demasia de bebidas alcoólicas, por parte de automobilistas e peões, inobservância do código de estrada, entre outros factores.

Tempo

Multimédia