Províncias

Adultos do mundo rural aprendem a ler e escrever

Carlos Paulino | Menongue

O Programa de Alfabetização e Aceleração Escolar Sim Eu Posso, no  município de Menongue, está a reduzir o índice de analfabetismo nas comunidades rurais e formou 344 adultos.

Alfabetizadores usam métodos eficazes
Fotografia: Nicolau Vasco | Menongue

O programa, desenvolvido com a parceira de professores cubanos, permite ao aluno a­prender a ler e escrever em 13 semanas. Numa primeira fase está a ser desenvolvido  no município de Menongue e estão matriculados 632 adultos.
O director Provincial da Educação, Ciência e Tecnologia, Miguel Kanhime, disse que o sector está a fazer esforços para que o programa possa abranger todos os municípios, comunas e aldeias da província do Cuando Cubango, para a diminuição do nível de analfabetismo no seio das comunidades.
O objectivo do Executivo é que todos os cidadãos, sobretudo aqueles que vivem no meio rural aprendam a ler e escrever, para que tenham uma maior participação na vida activa. Miguel Kanhime elogiou os primeiros 344 adultos que concluíram na província o Programa de Alfabetização e Aceleração Escolar Sim Eu Posso.
“Não é fácil um mais velho com muita responsabilidades deixar os seus a fazeres para ir à escola aprender a ler e escrever. O nosso apelo vai para os demais adultos que  não  tiveram ainda a oportunidade de estudar devido à guerra, no sentido de seguirem o mesmo exemplo, uma vez que aprender a ler e escrever não tem idade, basta apenas vontade, empenho e dedicação”, disse.
O director provincial da Educação, Ciência e Tecnologia, enalteceu o Executivo e o Governo Provincial, que tudo têm feito para que a alfabetização decorra sem sobressaltos e seja efectivamente concretizada na região.
O vice-governador para o sector Político e Social, Pedro Camelo, afirmou que com a execução do programa Sim Eu Posso pretende-se que as populações que vivem no meio rural aprendam  a ler e escrever.

Tempo

Multimédia