Províncias

Aldeias com centros de saúde

Nicolau Vasco | Menongue

As aldeias de Cassegue e Sacaeta, arredores de Menongue, vão dispor no final deste mês de dois centros de saúde, com capacidade para 20 camas cada, no âmbito dos programas de melhoria da assistência médica e medicamentosa.

Serviços de saúde mais próximos dos cidadãos para baixar os índices de mortalidade
Fotografia: Amandio Miguel

O vice-governador do Cuando Cubango para os serviços técnicos e infra-estruturas, Joaquim Malichi, anunciou o facto no termo de uma visita de constatação, para avaliar o andamento de várias o­bras em curso a nível do município de Menongue.
As obras de construção dos dois centros de saúde, que vão contar com serviços de laboratórios, farmácia e parto, vão garantir melhor assistência às populações e encontram-se em fase final.
Joaquim Malichi disse que a construção das duas unidades sanitárias nas referidas aldeias visa fazer chegar os serviços de saúde mais próximo das populações rurais, que residem longe do centro da cidade, assim como descongestionar o Hospital Central de Menongue. “A edificação dos centros médicos nestas aldeias vai desempenhar um grande papel, porque vai permitir que os pacientes sejam tratados cá, em vez de percorrem longas distâncias até ao hospital de Menongue."
O vice-governador adiantou ainda que o programa de construção de infra-estruturas de saúde vai abranger paulatinamente todas as aldeias com maior aglomeração populacional, para se reduzir drasticamente as ocorrências epidemiológicos na região.
"A partir do próximo ano, a província do Cuando Cubango vai ganhar várias unidades sanitárias, principalmente no município de Menongue, onde decorre a construção de um hospital provincial de 200 camas e outro de especialidade de 120 camas, bem como a reabilitação da antiga unidade hospitalar, com uma capacidade para internar 150 pacientes."
No quadro da visita à localidade de Sacaeta, que dista  cerca de 60 quilómetros da cidade de Menongue, o vice-governador constatou as obras de construção de duas escolas, de 12 salas cada, e de uma ponte metálica sobre rio Cuebe.

Tempo

Multimédia