Províncias

Alunos do Cuando Cubango abraçam projecto pedagógico

O projecto “Uma Viagem ao Mundo da Ciência, Tecnologia e Inovação” chega às escolas da província do Cuando Cubango hoje e amanhã e vai abranger 1.600 alunos das seis escolas seleccionadas, numa promoção do Ministério da Ciência e Tecnologia (MINCT).

Uma nota do MINCT a que a Angop teve acesso indica que com a iniciativa pretende-se  sensibilizar os jovens para o estudo das áreas científicas, sendo um programa sociocultural, que integra a apresentação de peças de teatro nas escolas, para demonstrar aos jovens que as áreas das ciências e tecnologias são opções de carreira muito válidas e que devem ser consideradas para a escolha das suas profissões, no futuro.
O projecto já passou pelas províncias de Luanda, Benguela, Lunda Sul, Lunda Norte, Malanje, Cabinda, Zaire, Uíge, Huambo, Bié, Bengo, Cuanza Sul e Cuanza Norte.
“O projecto, que se mantém fiel ao compromisso de levar este programa educativo aos jovens alunos das cerca de 200 escolas, seleccionadas pelo Ministério da Educação, nas 18 províncias de Angola, visa promover nos alunos um maior conhecimento nas áreas das ciências e da tecnologia, e sensibilizar os jovens para optarem por estas áreas profissionais”, destaca a nota. No total, o programa vai chegar a cerca de 100 mil alunos, com mais de 11 anos de idade, que frequentam o 1º Ciclo do Ensino Secundário, bem como aos mais de quatro mil docentes, incluindo os professores e coordenadores pedagógicos, que fazem parte dos estabelecimentos de ensino.
A nota realça que a par dos alunos e docentes, o projecto “Uma Viagem ao Mundo da Ciência, Tecnologia e Inovação” também quer chegar aos pais, encarregados de educação, familiares e às próprias comunidades, garantindo o envolvimento de todos.
O projecto é uma iniciativa do MINCT, em parceria com o MED e está a ser desenvolvido pela TheBridge Angola, empresa especializada em responsabilidade social, e conta também com o apoio da INOVIA - a primeira marca angolana de electrónica de consumo - que considera o mesmo como uma forma eficaz para a promoção do conhecimento científico nas escolas de Angola.
Em relação à metodologia, o programa conta com uma primeira abordagem pedagógica as instituições de ensino, na qual se apresenta aos professores e coordenadores pedagógicos das escolas toda a informação referente ao programa, e se oferece material didáctico aos professores, para que possam começar a preparar os jovens para o projecto. Na segunda fase é agendada com a escola a apresentação da peça de teatro, “Quando eu crescer eu vou ser”.

Tempo

Multimédia