Províncias

Apresentado manual sobre o civismo

Nicolau Vasco | Menongue

A Direcção Provincial do Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança e Social (MAPTSS) do Cuando Cubango procedeu ao lançamento oficial do “Manual Prático sobre Civismo para Trabalhadores”.

Manual vai contribuir para uma reflexão e mudança de comportamento dos trabalhadores
Fotografia: Nicolau Vasco | Menongue

O manual é um instrumento que serve fundamentalmente de apoio aos funcionários dos Recursos Humanos das instituições públicas e privadas na orientação de normas do regime administrativo.
O manual, de 58 páginas, lavrado igualmente pelo MAPTSS, tem, entre outras finalidades, dar a conhecer os conceitos de cidadania, valores éticos e morais, os símbolos nacionais e os órgãos que representam o poder do Estado, assim como facilitar o entendimento de alguns elementos nocivos à saúde e ao meio ambiente.
O vice-governador para o sector Económico, Ernesto Kiteculo, disse que o lançamento do manual na província do Cuando Cubango constitui uma mais-valia, tendo em conta que vai aumentar os níveis de responsabilidade, desenvolvimento e das relaçõesinterpessoais nas empresas, na via pública e em casa.
Este manual vai permitir, principalmente aos trabalhadores, uma tomada de atitude mais séria e responsável, que contribui de modo geral para o aumento da produtividade e das relações do grupo, com vista ao engrandecimento das instituições públicas e privadas, associações, entre outros sectores.
Este importante livro é lançado na altura em que os angolanos trabalham para recuperar seriamente o tempo perdido devido à guerra que assolou o país, com vista a vencer as dificuldades e melhorar as condições em que vivemos. O “Manual Prático Sobre Civismo para Trabalhadores” vai igualmente contribuir para uma reflexão e mudança de comportamento de cada trabalhador relacionado com o seu real papel na reconstrução do país.
A directora provincial do MAPTSS, Margarida Kafeca, referiu que o manual surge igualmente para auxiliar a Lei Geral do Trabalho e dar a conhecer aos cidadãos as regras de civismo que permitem uma sã convivência social, harmoniosa e de respeito mútuo entre os seus integrantes.

Tempo

Multimédia