Províncias

Arranca amanhã vacinação geral em Menongue

Um total de 308.509 habitantes do município de Menongue, na província do Cuando Cubango, vão ser vacinados, a partir de segunda-feira e até dia 27, contra a febre-amarela, no âmbito da campanha massiva de prevenção da doença, anunciou ontem o director municipal da Saúde.


João Chihinga, que falava durante a abertura da campanha contra a febre-amarela, que foi presidida pelo vice-governador para o sector Político e Social, Pedro Camelo, esclareceu que a vacinação vai abranger crianças maiores dos seis meses de idade, jovens, adultos, idosos e mulheres grávidas.
Na campanha estão envolvidos 957 elementos, entre vacinadores, mobilizadores, registadores, logísticos, supervisores, enfermeiros, motoristas, efectivos da Polícia para a Ordem e Segurança, entre outros, que vão garantir o sucesso da actividade. O director municipla da Saúde avançou que a questão da logística está acautelada, porquanto as instituições estatais prontificaram-se em apoiar os vacinadores e outros membros mobilizados para o efeito com água mineral, géneros alimentícios e transportes, para assegurar os 12 dias de trabalho.
João Chihinga salientou que Menongue notificou, até Maio, nove casos suspeitos de febre-amarela, dos quais um caso foi confirmado positivo. Dos registos suspeitos, oito atingiram nacionais e um mauritaniano, que morreu a 3 de Maio.
O director municipal explicou que o único caso positivo foi notificado no dia 16 de Abril, no bairro Hoji-ya-Henda, arredores da cidade de Menongue. A situação da febre-amarela, em termos de casos, tem sofrido declínio, uma vez que, desde o mês de Junho, não foi notificado nenhum. Do efectivo mobilizado, constam 63 equipas, constituídas por 12 pessoas cada, 127 vacinadores, 190 registadores, 127 preparadores e  mobilizadores.

Tempo

Multimédia