Províncias

Aumentam casos de tuberculose

Manuel Pascoal | Menongue

O hospital sanatório de Menongue registou, no primeiro trimestre deste ano, 140 novos casos de tuberculose, com dois óbitos, elevando para 470 os doentes controlados pela instituição, disse, segunda-feira, ao Jornal de Angola, a directora do estabelecimento.

O hospital sanatório de Menongue registou, no primeiro trimestre deste ano, 140 novos casos de tuberculose, com dois óbitos, elevando para 470 os doentes controlados pela instituição, disse, segunda-feira, ao Jornal de Angola, a directora do estabelecimento.
Esperança Daniel afirmou que, no ano passado, o hospital registou 345 casos de tuberculose, com 15 óbitos, e que 32 dos doentes ficaram curados graças ao rigoroso controlo na administração dos medicamentos.
O hospital sanatório de Menongue, com dois médicos e 40 enfermeiros, tem 20 camas.
O número reduzido de camas faz com que se continue a enviar para casa muitos pacientes em regime ambulatório, embora inspirem cuidados. A tuberculose pulmonar, disse a directora do hospital, é a mais frequente na região, afectando, essencialmente, pessoas entre os 15 e 45 anos. Os municípios de Menongue, Cuito Cuanavale, Rivungo, Calai e Cuangar são, na província, os mais atingidos pela enfermidade.
A cura da doença, frisou, depende muito do próprio paciente, mas o que se tem verificado é que os doentes em regime ambulatório não cumprem escrupulosamente com a medicação.

Tempo

Multimédia