Províncias

Camponeses incentivados a aumentar a produção

O director municipal da Agricultura do Cuangar,  (Cuando Cubango)apelou ontem aos camponeses locais para aumentarem as suas áreas de cultivo, no âmbito da política de diversificação da economia em curso em Angola, para que o país deixe de depender exclusivamente do petróleo nas contas do Orçamento Geral do Estado (OGE).

Agricultores querem aumentar a produção de massambala
Fotografia: Dombele Bernardo | Edições Novembro

Alberto Hossi disse, em entrevista ao Jornal de Angola, que a intenção é ultrapassar a produção da última campanha agrícola, em que foram colhidas 490 toneladas de massambala, 360 toneladas de massango e 150 toneladas de milho, cultivadas numa área de 4.500 hectares.
O responsável apontou a falta de tractores e de alfaias agrícolas como a principal dificuldade que o sector enfrenta no apoio aos camponeses visando uma melhor preparação dos campos de cultivo.
De acordo com Alberto Hossi, a sua direcção controla 18 associações de camponeses, com 6.022 agricultores, enquanto na área de exploração de madeira estão registados  oito empresas que trabalham nas localidades de Savate, Olupale, Bondo-Caíla, Tchissombo e Candendele.Disse que as autoridades municipais estão a trabalhar com as referidas empresas para que, além de explorarem madeira, possam comparticipar nos projectos de impacto social nas áreas onde exercem a sua actividade, como na construção de escolas, postos de saúde, sistemas de abastecimento de água potável, entre outras infra-estruturas.
Outro projecto que está a ser levado a cabo junto dos madeireiros é, segundo Alberto Hossi, o de repovoamento florestal, para evitar a devastação do meio ambiente, já que algumas empresas interessam-se apenas em cortar as árvores e não se preocupam com a sua reposição.

Tempo

Multimédia