Províncias

Camponeses pedem meios para escoarem bens agrícolas

Lourenço Bule | Menongue

A Federação das Associações de Camponeses e Cooperativas Agro-Pecuárias do Kuando-Kubango necessita de meios técnicos para a recolha de dados, armazéns para guardar os produtos agrícolas e meios de transporte para escoar os produtos do campo para as cidades.

A Federação das Associações de Camponeses e Cooperativas Agro-Pecuárias do Kuando-Kubango necessita de meios técnicos para a recolha de dados, armazéns para guardar os produtos agrícolas e meios de transporte para escoar os produtos do campo para as cidades.
O presidente do Kuando-Kubango da UNACA, Francisco Sacalunga, afirmou que, na presente campanha agrícola, está prevista a criação de mais associações e cooperativas.
Francisco Sacalunga revelou que a província do Kuando-Kubango tem 954 associações e 150 cooperativas de camponeses. No ano passado, os camponeses no Kuando-Kubango beneficiaram de micro-crédito concedido pelo Banco de Poupança e Crédito (BPC).
De acordo com Francisco Sacalunga, a Federação das Associações de Camponeses e Cooperativas Agro-Pecuárias do Kuando-Kubango está impossibilitada de revelar a quantidade de bens produzidos na campanha agrícola anterior, por falta de meios para fazer deslocar os técnicos ao interior da província. As autoridades locais, refira-se, têm apoiado os camponeses com sementes, fertilizantes e instrumentos de trabalho, para poderem aumentar a produção, no âmbito do programa de combate à pobreza.

Tempo

Multimédia