Províncias

Casos de violência doméstica baixam no Cuando Cubango

Weza Pascoal | Menongue

Um total de 141 casos de conflitos familiares e violência de género foram registadas no Cuando Cubango, pela Direcção Provincial da Família e Promoção da Mulher, durante o primeiro trimestre deste ano, informou, ontem, a directora do sector.

Projecto da piscicultura foi criado com base no programa de combate à fome e à pobreza e prevê a produção de milhares de alvinos
Fotografia: Nicolau Vasco

Florinda Cassanga esclareceu que entre as 141 ocorrências, destacam-se 26 casos de ofensas morais, 12 de incumprimento de mesada, igual número de ofensas corporais e fuga a paternidade, abandono de lar e de chantagem.
Dos casos que deram entrada na Direcção da Família, 42 foram resolvidos, seis acabaram em divórcio, cinco foram encaminhados aos Serviços de Investigação Criminal, dois ao Instituto Nacional da Criança e um na Procuradoria-Geral da República e igual número na Justiça militar.
Em comparação com igual período do ano anterior, disse a responsável, foram registados 191 casos, o que corresponde a uma diminuição de 50 ocorrências, graças às campanhas de sensibilização que são feitas a nível do município de Menongue. 
O director Provincial da Família e Promoção da Mulher, Florinda Cassanga, garantiu continuar a divulgar a lei contra a violência doméstica em várias regiões da província, capacitar as parteiras tradicionais a nível dos municípios e aldeias, promover emprego às mulheres rurais, assim como incentivá-las a aderirem às aulas de alfabetização.
Das acções constam  a realização de palestras sobre doenças transmissíveis sexualmente, o diálogo na família e na comunidade e a sensibilização às famílias para não utilizarem os menores como vendedores ambulantes.

Tempo

Multimédia