Províncias

Casos de violência estão a aumentar no Kuando-kubango

Carlos Paulino | Menongue

Fuga à paternidade, incumprimento de mesada e ofensas corporais e morais continuam a liderar a lista de casos de violência doméstica registados entre Janeiro e Outubro deste ano, na província do Kuando-Kubango, informou na sexta-feira a directora provincial da Família e Promoção da Mulher (MINFAMU).

Florinda Catongo salientou que a província notificou um total de 473 casos, dos quais 153 foram resolvidas, 49 transferidos para o tribunal do Kuando-Kubango, 15 para a Investigação Criminal, um para o Instituto Nacional da Criança e igual número remetido ao sobado.
A directora provincial, que referiu que 218 das vítimas retiraram as queixas, explicou que o centro de aconselhamento da direcção provincial do Ministério da Família e Promoção  da Mulher  (MINFAMU) registou, no ano passado, 366 casos, dos quais 182 de violência psicológica, 146 económica, 35 física, duas laborais e uma de violação sexual.
 Na sua maioria, os casos estiveram relacionados com o consumo excessivo de bebidas alcoólicas e outras drogas.

Tempo

Multimédia