Províncias

Combate à especulação durante a quadra festiva

Carlos Paulino | Menongue

O director provincial do Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (INADEC) no Cuando Cubango advertiu ontem, em Menongue, os agentes comerciais a absterem-se de práticas de especulação de preços dos produtos durante a quadra festiva, sob pena de serem aplicados multas avultadas ou verem encerradas os estabelecimentos.

Comerciantes têm de manter os preços dos produtos durante a quadra festiva
Fotografia: Kindala Manuel |

Manuel Mateus disse que medida visa desencorajar os comerciantes, que aproveitam a quadra festiva para aumentar os preços dos produtos, na tentativa de adquirirem lucros fáceis ou ilícitos, de modo a prejudicar os consumidores. Uma outra preocupação manifestada pelo responsável do INADEC tem a ver com a venda de produtos em estado de deterioração e de recusa de moedas metálicas do kwanza. Para uma melhor passagem da quadra festiva, o INADEC, em coordenação com as Direcções Provinciais do Comércio e da Polícia Económica, têm desenvolvido, desde o mês de Outubro, acções de sensibilização aos estabelecimentos comerciais no sentido de evitarem a venda de produtos em estado de deterioração ou praticarem preços exorbitantes.
“Esta mensagem tem sido dirigida principalmente a todos os agentes comerciais que vendem produtos perecíveis, como frango, carne e peixe. Caso estejam em mau estado de conservação podem causar danos à saúde humana”, disse. E acrescentou que por este facto espera que os comerciantes vendam produtos de qualidade e a bom preço.

Tempo

Multimédia