Províncias

Contratados técnicos para o sector da saúde

Weza Pascoal

O sector da Saúde na província do Cuando Cubango foi reforçado com novos quadros, nomeadamente  médicos, enfermeiros e auxiliares de enfermagem, que vão contribuir na melhoria da assistência médica e medicamentosa nas unidades sanitárias dos municípios de Menongue, Cuchi e Cuito Cuanavale.

Autoridades apostam na melhoria da assistência à população
Fotografia: Edições Novembro

O director provincial da Saúde, Lucas Mirco Macai, explicou que dos 28 técnicos nacionais que vão trabalhar em regime de contrato temporário, por um período de seis meses, constam dez médicos, cinco enfermeiros e 13 auxiliares de enfermagem.
Lucas Mirco Macai sublinhou que a maior parte do pessoal vai reforçar o Hospital Geral da província, inaugurado em Agosto de 2017, com capacidade de 200 camas de internamento, considerado uma das unidades hospitalares mais modernas de Angola, tendo em conta a tecnologia de ponta que possui.
Referiu que a contratação dos novos médicos nacionais constitui uma mais-valia para a província, porque vai mitigar algumas dificuldades que o sector da Saúde enfrenta, nos municípios de Menongue, Cuito Cuanavale e Cuchi, enquanto se aguarda pela realização do concurso público para o ingresso de mais técnicos, nos nove municípios da região.
Lucas Mirco Macai disse que o sector da Saúde no Cuando Cubango é assegurado por 577 auxiliares de enfermagem, 496 pessoal administrativo, 346 técnicos de enfermagem, 61 médicos de diversas especialidades, dos quais 18 expatriados, de nacionalidade cubana, coreana e russa, bem como 43 especialistas de diagnóstico e terapeuta.
Explicou que os médicos no Cuando Cubango estão distribuídos em apenas sete dos nove municípios da província, sendo 43 em Menongue, seis no município do Cuito Cuanavale, quatro no Cuchi, três no Calai, dois no Dirico e Cuangar e um médico em Mavinga, faltando médicos em Nancova e Rivungo.

Tempo

Multimédia