Províncias

Criança morta por cão vadio

Carlos Paulino | Menongue

As autoridades sanitárias de Menongue registaram este ano até  há dois dias 186 casos de mordeduras de cães vadios, que resultaram na morte de uma criança, disse ao Jornal de Angola o chefe da Repartição Municipal de Saúde.

Campanha prevê vacinar milhares de cães
Fotografia: João Gomes

Carlos Jonas afirmou que na maioria dos casos as vítimas são crianças que andam na via pública  sem o acompanhamento de adultos que quando vêm com um cão vadio entram em pânico e começam a correr, o que faz o animal correr atrás delas e atacá-las.
O responsável municipal garantiu que a repartição dispõe de doses de vacinas anti-rábicas suficientes, mas lamentou que o Cuando Cubango não tenha um canil-gatil e recolha de animais vadios. O Instituto dos Serviços Veterinários na província do Cuando Cubango prevê vacinar em breve cerca de oito mil animais de estimação, entre cães, gatos e macacos.

Tempo

Multimédia